Notícias em Destaque



07/09/2017 - Milhares de pessoas aplaudem desfile de 7 de Setembro

O pequeno Rafael, de 7 anos, esticava o pescoço a todo momento tentando enxergar, ao longe, os primeiros movimentos do Tiro de Guerra, que abriu o desfile cívico-militar em comemoração aos 195 anos da independência do Brasil neste 7 de setembro. Quando os atiradores entraram na avenida XV de novembro e  passaram em frente às arquibancadas onde Rafael estava, acompanhado dos pais, Sandra e Eduardo Batista, ele não se conteve: em pé, aplaudiu e em seguida bateu continência, num gesto inocente de reverência que traduziu a interação entre as milhares de pessoas que assistiram o desfile e aquelas que percorreram a avenida, representando instituições civis e militares. 

O início do desfile foi antecipado pelo hasteamento das bandeiras e execução do Hino Nacional e do Hino da Independência. Em seguida, atiradores do TG, divididos em alas, incluindo soldados com disfarce para ações de emboscada e camuflados com pinturas. Na sequência, militares do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM), alguns deles acompanhados dos filhos e esposas, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e Guarda Municipal. Após o bloco militar, o desfile prosseguiu com instituições civis, representativas da sociedade civil organizada. 

Entre o fim do bloco militar e início do desfile civil, o prefeito Ulisses  Maia fez sua saudação, lembrando que a história do feriado de 7 de setembro é conhecida por todos. “Mas vamos relembrá-la: há 195 anos, às margens do rio Ipiranga, na verdade um pequeno riacho, D. Pedro I rompeu com a corte portuguesa e declarou a independência do Brasil”, disse o prefeito, evocando a imagem do monarca, de espada na mão e sobre um cavalo, eternizado na pintura de Pedro Américo. “A cena  nos remete a um momento histórico, que nos trouxe aqui hoje quase dois séculos depois”, lembrou Ulisses Maia. 

Ulisses Maia pontuou que os acontecimentos de quase dois séculos atrás nos transformaram num país livre, independente e soberano. O prefeito reconheceu, no entanto que o país vive momento delicado na política e na economia. “Estamos tentando nos reencontrar em meio a tantos desencontros. Celebramos a independência, mas estamos presos a muitos problemas”, disse o prefeito, acrescento que o sentimento entre os brasileiros não seja de comemoração. “Talvez seja de frustração diante da impunidade, da corrupção, dos desmandos, da falta de perspectiva”, disse. 

O prefeito, no entanto, destacou as virtudes do povo brasileiro, formado por pessoas que “acredita, confiam, persistem e triunfam”. Ulisses Maia lembrou que “a gente supera, a gente avança” e que o brasileiro conquista sua independência e liberdade todos os dias. “E quando trazemos esse conceito para a realidade de nossa cidade, traduzimos bem essa verdade”, disse.  “A verdade de uma Maringá de sua gente.  Avançamos confiantes no trabalho, na determinação  para construir uma cidade mais justa e feliz, independente de velhos conceitos, livre de antigos hábitos”, finalizou o prefeito. 

O prefeito Ulisses Maia participou do desfile acompanhado do vice, Edson Scabora, dos deputados federais Enio Verri, Luiz Nishimori e Christiane Yared, do deputado estadual Dr. Batista,  dos vereadores Mário Hossokawa, presidente da Câmara, Mario Verri, Flávio Mantovani, Do Carmo, Belino Bravin, William Gentil, Carlos Mariucci, Jean Marques, Homero Marchese, o comandante do 4º BPM, coronel Ênio Soares dos Santos, o capitão Arlindo José de Barros Júnior, representante da Academia Militar das Agulhas Negras, o capitão Luciano José Buski, comandante da Força Verde, do subtenente Alaércio Jacinto Junior, chefe de instrução do TG, e secretários municipais.

Outras Notícias