PROGRAMAÇÃO

20/12/2018 - Teatro Barracão

Desde setembro de 1999 que é assim. Há 18 anos de Um Dedo de Prosa por Sergio Torrente, a festa começa com a chegada de Rodevan do Manto, aprendiz de contador de causo e de tocador de viola vem buscar os ensinamentos do velho amigo Seu Tião, a própria encarnação, a personificação do próprio causo. Chega com “Maria da Graça”, sua viola regateira e insiste em reunir o povo (platéia), no terreirão do sítio de “Seu” Tião e assim, juntos, reverenciam a oralidade, e cantam modas de viola, e contam causos, e brincam e fazem emboladas, cantigas de resposta e muitas outras brincadeiras.

De repente, Expedito, zabumbeiro de profissão e cordelista de paixão, um nordestino que mora sempre por perto, chega brincando para falar da literatura de cordel da xilogravura, da zabumba e do baião, coisas de sua terra.

O Brasil todo está representado no olhar de cada pessoa no “terreirão” e, assim como em uma reza, o cantador passeia pelas almas presentes a fim de plantar em cada coração a necessidade de se contar as experiências por nós vividas para que nosso passado continue na memória de nosso povo e que continuemos a fazer histórias através de nossas próprias histórias. A classificação é livre abrangendo o foco de famílias de baixa renda e funcionários públicos que não tem acesso a cultura teatral. O projeto será feito nos teatros da região de Maringá.