Notícias em Destaque



Maringá contará com duas equipes na 2ª Fase do Brasileiro de Atletismo

A 2ª Fase do Circuito Brasileiro Caixa de Atletismo começa na sexta, 9, e segue até domingo, 11, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (CTPB), em São Paulo. Maringá participará com duas equipes: Instituto Terezinha Guilhermina e a União Metropolitana Paradesportiva Maringaense (UMPM), apoiadas pela Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (Sesp).

A equipe do Instituto Terezinha Guilhermina terá três paratletas na competição: Adenilson Vicente (classe F-11 - deficiência visual), Giovanni Bongiovani (classe T-37 - paralisia cerebral) e Edevaldo Silva (classe F-44 - amputação ou paralisia de membros inferiores ou superiores). Na primeira fase da competição, o paratleta Adenilson Vicente ficou na primeira colocação na prova de arremesso de peso, atingindo a marca de 9 metros e 34 centímetros.

Já a equipe da UMPM estará com quatro paratletas na Race Running (conhecida como Petra). Os competidores, Adriano Ferreira (RR-3), Ricardo Alexandre (RR-3), Edvan Dias (RR-3) e Carlos Eduardo (RR-2), viajarão acompanhados do treinador e coordenador, Decio Calegari.

A petra é separada em três classes funcionais. Na classe RR-1 os competidores possuem movimentos mais comprometidos, na RR-2 menos limitação que na primeira classe e na RR-3 os paratletas conseguem executar os movimentos com mais facilidade. Os competidores de todas as classes têm paralisia cerebral.

“O objetivo para essa competição é atingir o índice para o Campeonato Mundial. Estávamos treinando cerca de quatro horas por dia e agora, o foco passa a ser prova dos 100 metros, onde será preciso ter concentração e não errar em nada”, disse o paratleta da petra, Adriano Ferreira. Em 2017, o competidor da UMPM participou do Campeonato Mundial, realizado em Copenhague, na Dinamarca.


Outras Notícias

Galeria de Fotos