Ouvidoria



Ouvidoria na Saúde


A Ouvidoria na Secretaria Municipal de Saúde iniciou seu atendimento em 2001. É um instrumento da democracia participativa e controle social, trazendo para a gestão avaliações, ideias e opiniões no que se pode mudar para o usuário SUS. A ouvidoria é um canal de comunicação direta com os usuários do sistema e a comunidade, para a reorientação da política de saúde no seu município, constituindo, assim, um instrumento de defesa dos direitos do cidadão e mediação que é exercido para a correção das falhas detectadas na prática cotidiana da administração pública. À medida que os cidadãos manifestam se, por meio de solicitações, reclamações, sugestões, elogios e denúncias, possibilitam a elaboração de relatórios gerenciais contendo a real situação da saúde em seu município.

Normas/Fluxo da Ouvidoria

• A Ouvidoria da Saúde do Município de Maringá atende através do telefone 3218-3191 e também está interligada com a Ouvidoria Municipal e atende pelo telefone 156, repassando à Ouvidoria da Saúde, os registros inerentes à mesma. O usuário poderá registrar através dos dois serviços pois a Ouvidoria Municipal repassa a Ouvidoria da Saúde;

• Os registros podem ser feitos de duas formas: via telefone ou presencial, sendo que em ambas as formas o usuário recebe um número de protocolo para acompanhamento do registro;

• As respostas são dadas por telefone pela Ouvidoria Municipal (156) aos usuários e quando necessário que a mesma seja dado por escrito o usuário deverá protocolar a solicitação na Ouvidoria da Saúde;

• Os protocolos registrados são enviados para os setores responsáveis, quais sejam: Diretorias, Gerências, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e demais setores da Secretaria Municipal de Saúde. As UBS também recebem reclamações online (diretamente do 156), isto quando se trata de reclamações de sua estrita responsabilidade, ou seja, que não dependem de outros setores para solução. As demandas que dependem de outros setores são enviadas primeiramente à ouvidoria da Saúde, que as repassa ao setor competente. Contudo a Ouvidoria da Secretaria tem acesso a todas as reclamações pertinentes a área da saúde mesmo aquelas enviadas diretamente pelo 156 às unidades.

• As respostas às demandas são disponibilizadas pela Ouvidoria aos contribuintes direta e por telefone , em um prazo de 15 dias úteis, sendo que as mesmas quando solicitadas por escrito pelo usuário, devem ser retiradas por estes direto na Ouvidoria da Secretaria de Saúde.


DISQUE SAÚDE LEI Nº 9907/2015

Serviço de atendimento telefônico e presencial à população, com a finalidade de criar um canal de comunicação destinado ao recebimento de denúncias, além de possibilitar aos munícipes a obtenção de informações sobre todos os serviços de saúde ofertados pelo Município. 


São disponibilizados aos usuários, através do Disque-Saúde 160, os seguintes serviços e informações:

I - confirmação do cadastro dos agentes que realizam visitas domiciliares;

II - esclarecimento sobre onde procurar atendimento médico e quais os procedimentos que devem ser adotados em caso de urgências e emergências;

III - orientação em saúde, com tira-dúvidas sobre sintomas, epidemias, prevenção e primeiros socorros;

IV - recebimento de todos os tipos de denúncias relacionadas à saúde, focos do mosquito transmissor da dengue e à atividade de estabelecimentos regulados pela Vigilância Sanitária e Ambiental.

Parágrafo Único - Todo o atendimento realizado através do Disque-Saúde 160 deverá gerar um número de protocolo ao munícipe, a fim de possibilitar o acompanhamento do status da sua solicitação.

O serviço telefônico denominado Disque-Saúde 160 será:

- autônomo e desvinculado da Ouvidoria Municipal - 156


FUNCIONÁRIOS DO SETOR

MARIA APARECIDA DE PAULA MOZER - COORDENADORA
ELISABETE TIEMI OSHIKAWA GONDO - ENFERMEIRA
DIEGO BRAMBILLA - OUVIDOR
ROSANE SATIE HIRASHIMA - OUVIDORA
FABÍOLA PATRICIA ARAÚJO MATTOS - ESTAGIÁRIA


Responsável: Maria Aparecida de Paula Mozer

Maringá

Secretaria Municipal de Saúde

Avenida Prudente de Moraes, 885 - Zona 7

Maringá - Paraná - Brasil

Fone: (44) 3218-3100