Atendimento ao Contribuinte Alvará Online ISS Eletrnico Licitações Concursos Edital qualificação de marcas Plano Decenal dos Direitos Humanos ÔNIBUS NOVOS HORÁRIOS Acesso Cidadão - Senha Web AUDIÊNCIA - ERA AVENIDA COLOMBO
Conseg
COMPARTILHE  
06 de Dezembro de 2017
Reduzir Fonte Aumentar Fonte
 
Projeto ′Visão da Liberdade′ ganha prêmio Innovare 2017
 
Diretoria de Comunicação
 
Jos Carlos Barbieri, vice-presidente da Acim, Maria das Graas Machado, diretora de projetos do Instituto Viva Cidadania, Grace Mendona, ministra e advogada geral da Unio, Antonio Tadeu Rodrigues e Douglas Scortegagna, presidente do Instituto Viva Cida Clique para ampliar a foto
Jos Carlos Barbieri, vice-presidente da Acim, Maria das Graas Machado, diretora de projetos do Instituto Viva Cidadania, Grace Mendona, ministra e advogada geral da Unio, Antonio Tadeu Rodrigues e Douglas Scortegagna, presidente do Instituto Viva Cida
Divulgao VEJA MAIS FOTOS

O Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg) conquistou o Prêmio Innovare 2017 como o projeto ′Visão de Liberdade′ realizado na Colônia Penal Industrial de Maringá com apoio de órgãos e entidades. O prêmio foi recebido  pelo presidente do Conseg, Antonio Tadeu Rodrigues, em cerimônia realizada no Supremo Tribunal Federal, em Brasília.


Além de favorecer os alunos com deficiência visual por receberem material didático apropriado, é uma importante ação de recuperação e ressocialização dos detentos, afirma Tadeu Rodrigues, acrescentando que  projetos como esse merecem destaque porque é extremamente necessário dar ao detento condições de se tornar um indivíduo melhor e pronto para voltar a viver em sociedade.


Entre as 710 práticas inscritas, 12 finalistas foram selecionadas e concorreram em seis categorias: Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia, e Justiça e Cidadania. Trata-se da premiação mais importante da justiça brasileira, que reconhece e busca disseminar práticas que contribuem para modernizar a justiça do País.


Desde 2004, detentos confeccionam livros digitados para impressão em braille, livros falados, materiais em relevo, maquetes e jogos adaptados, entre outros materiais que são encaminhados para os alunos cegos de escolas públicas. O material é distribuído em 127 municípios do Paraná atendidos pelo Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP).


Até este ano já foram produzidos pelos detentos custodiados na penitenciária mais de 84 mil materiais didáticos em relevo, 453 livros e 54 apostilas digitados, 126 livros falados e 12 apostilas. Além dos municípios atendidos pelo CAP, o projeto envia materiais para todo o Brasil, inclusive para uma biblioteca pública da cidade de Sobreda, em Portugal.


Parceiros do projeto: Secretaria de Educação,Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária,  Associação Maringaense de Amigos do CAP (Amacap), Departamento Penitenciário do Paraná, Receita Federal de Maringá, Fundação Banco do Brasil, Instituto Viva Cidadania, Justiça Federal de Maringá e a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil. (Com informações da assessoria do Conseg)



 
 Outras Notícias
 
» Gerência da Juventude comemora sucesso da Semana do Hip Hop
» Empossados membros do Conselho Municipal de Educação
» Música, dança e grafite celebram a cultura do hip hop
» Unidades do Samu receberão incubadoras neonatais
» Centro de Especialidades da Cisamusep ganha sede própria
» Feiras, trenzinhos, jardineiras e apresentações são atrações deste fim de semana
 
+ Notícias
 

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ

Av. XV de Novembro, 701 - Centro

Maringá - Paraná - Brasil - Cep: 87013-230

Fone: (44) 3221.1234