• Você na Praça (Especial Trânsito)
  • Semana Nacional do Trânsito
  • 1ª Conferência Municipal de Turismo
  • Recolhimento de Sucata Eletrônica e Vidros
  • 2º Fórum da Longevidade
  • 35ª Festa dos Estados e das Nações
  • Plano Decenal Municipal de Atendimento Socioeducativo 2014-2023
  • Castração e Emergência Animal
  • 2ª Liga Metropolitana Escolar
  • Oficinas e Consultorias
  • Benefício de Prestação Continuada
  • Coleta Seletiva
  • Saúde no parque
  • Sala do Empreendedor Maringá
  • Feira de Agroindústria
  • Locais Coleta Seletiva - Vidros
  • Farmácia Móvel
  • Feira de Produtos Orgânicos
  • Colab - Rede Social para Cidadania
  • N/D
  • N/D
Atendimento ao Contribuinte Alvará Online ISS Eletrnico Licitações Concursos Edital qualificação de marcas Justificativa de contratação - Sasc/ Assindi Rede de proteção a criança e adolescente Acesso Cidadão - Senha Web PROMUBE
Patrulha
COMPARTILHE  
21 de Agosto de 2017
Reduzir Fonte Aumentar Fonte
 
Fiscalização integrada volta a combater poluição sonora
 
Diretoria de Comunicação
 
Decibelmetro, medidor que afere o nvel de presso sonora, no constatou irregularidades quanto ao limite de decibis tolerveis nos estabelecimentos fiscalizados Clique para ampliar a foto
Decibelmetro, medidor que afere o nvel de presso sonora, no constatou irregularidades quanto ao limite de decibis tolerveis nos estabelecimentos fiscalizados
Cary Bertazzoni VEJA MAIS FOTOS

A Prefeitura reativou neste mês a Patrulha do Som depois de mais de oito meses em inatividade. Com o objetivo de conter a poluição sonora no município, a patrulha envolve as secretarias de Meio Ambiente, Fazenda, Mobilidade Urbana, Gestão, a Guarda Municipal e a Polícia Militar, além de contar com o apoio da Procuradoria-Geral do Município e do Gabinete do Prefeito.

A patrulha tem como principal atividade a fiscalização integrada. Neste mês foram iniciadas operações em bares, postos de combustíveis e outros estabelecimentos com registros de diversas reclamações na Ouvidoria Municipal e alvos de inquéritos do Ministério Público. Com uso do decibelímetro, medidor que afere o nível de pressão sonora, não foram constatadas irregularidades quanto ao limite de decibéis toleráveis.

O secretário de Meio Ambiente, Jaime Dallagnol, ressalta que a comunidade deve colaborar com o poder público e registrar as reclamações. Nosso trabalho conta com o respaldo do Ministério Público o qual nos tem dado apoio para uniformizar as operações e trabalharmos em conjunto com outros órgãos, destacou. 

Entre as penalidades previstas para quem descumpre os limites do som, está a multa da lei municipal 218/97 que pode ultrapassar R$ 2.500, e nos casos de som automotivo, multa de trânsito de R$ 195,23 e perda de cinco pontos na habilitação, além da retenção do veículo. 

Saiba mais
Reclamações sobre poluição sonora devem ser feitas pela Ouvidoria (fone 156) de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, ou pela Guarda Municipal (fone 153), todos os dias, 24 horas.
 
 Outras Notícias
 
» Tem aniversário de Floriano, passeio de moto e Garagem da Juventude
» Recorde mais antigo do Jogos Abertos do Paraná pertence a Maringá
» Festival Paralímpico, Você na Praça e Intercentros mobilizam desportistas
» Festa das Nações celebra solidariedade a partir de 5 de outubro
» Regularização fundiária de Maringá é destaque em Congresso
» Sistema online facilita consulta de protocolos para remoção de árvores
 
+ Notícias
 

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ

Av. XV de Novembro, 701 - Centro

Maringá - Paraná - Brasil - Cep: 87013-230

Fone: (44) 3221.1234