Atendimento ao Contribuinte Alvará Online ISS Eletrnico Licitações Concursos Edital qualificação de marcas Plano Decenal dos Direitos Humanos ÔNIBUS NOVOS HORÁRIOS Acesso Cidadão - Senha Web AUDIÊNCIA - ERA AVENIDA COLOMBO
Abrangência Nacional
COMPARTILHE  
11 de Agosto de 2017
Reduzir Fonte Aumentar Fonte
 
Prefeitura vai lançar concurso para definir melhor projeto para o Eixo Monumental
 
Diretoria de Comunicação
 
Revitalizao do eixo monumental em 'fatias'  apresenta as diversas dimenso de um projeto que pretende ser histrico Clique para ampliar a foto
Revitalizao do eixo monumental em 'fatias' apresenta as diversas dimenso de um projeto que pretende ser histrico
Divulgao VEJA MAIS FOTOS

A Prefeitura de Maringá vai lançar na primeira quinzena de setembro um concurso de abrangência nacional para escolher o melhor projeto executivo de repaginação do Eixo Monumental da cidade, compreendido no trajeto que vai da Praça da Catedral até o complexo esportivo da Vila Olímpica.
Direcionado a profissionais e empresas das áreas de arquitetura e urbanismo, o concurso será realizado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo (Seplan) - com apoio de demais secretarias municipais - e coordenado pelo Núcleo Maringá do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-PR), Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/PR) e Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Maringá (AEAM).
De acordo com o secretário de Planejamento e Urbanismo, arquiteto Celso Saito, entre os objetivos do concurso está a requalificação de um importante espaço público central, que reúne muitos dos principais edifícios de interesse público da cidade. O Eixo Monumental é composto de uma sucessão de espaços livres e configura-se como um grande equipamento que, além de permitir a circulação de pessoas e dar acesso aos edifícios de interesse público da área central, promove sociabilidade, espírito de cidadania e incentiva o convívio e permanência de pessoas, explica.

Originalidade preservada
Entre as diretrizes para estimular a preservação do patrimônio arquitetônico e urbanístico da área central da cidade estão a valorização do Projeto Urbano original de Maringá, preservando a memória do plano de Jorge Macedo de Vieira e suas intervenções cuidadosas no traçado do Eixo Monumental. 
Também deverão ser criados elementos de informação sobre o local, suas praças e espaços livres, edifícios e equipamentos de interesse público, dentro do contexto do Projeto Urbano Maringá, potencializando o uso dos edifícios de interesse público e garantindo a vitalidade do patrimônio arquitetônico construído, além de preservar a arborização existente e valorizar o projeto paisagístico da cidade.
O que se pretende é humanizar os espaços livres, priorizar o pedestre e criar espaços de convivência, integrando o Eixo Monumental às estruturas cicloviárias existentes, além de propor soluções para os conflitos de fluxo entre pedestres, ciclistas e veículos na área central, observa Saito.
Outras metas do plano - segundo o secretário - são as de oferecer segurança e acessibilidade universal aos pedestres e deficientes físicos, racionalizar os fluxos e a velocidade média dos veículos nas vias e promover o tráfego calmo.
As intervenções buscam também equacionar os estacionamentos em local público, oferecer acessibilidade de veículos ao centro da cidade, garantir o fluxo e acesso às atividades comerciais, culturais e institucionais.

Atividades diversas
Para a área ao longo do Eixo Monumental, também é visado o estímulo às atividades socioculturais, econômicas e comerciais; à manutenção e instalação de comércio e serviços de qualidade; à implantação de equipamentos comerciais e de serviços com funcionamento noturno ou em sistema 24 horas e ao aumento da densidade populacional nas áreas centrais, favorecendo a mistura de usos e diversidade de atividades.
Para a qualificação do ambiente e paisagem urbanos está prevista a padronização dos pisos, passeios e vias; ordenamento da programação visual institucional, disciplinando a publicidade e eliminando a poluição visual; criação de uma identidade visual para o conjunto de mobiliário urbano, como pontos de ônibus e táxi, bicicletários, telefones públicos, postes, bancos, fontes e bebedouros, lixeiras, floreiras, totens indicadores, iluminação pública, bancas de revistas e bancas de flores.
A inserção da proposta no contexto urbano municipal e metropolitano é proposta com a integração do entorno ao sistema viário, por meio da administração racional dos fluxos de passagem de diversos modais, oferecendo estímulo ao uso de transporte público e modais não motorizados e integrando os equipamentos públicos com as infraestruturas de transporte.
A integração dos espaços livres com os equipamentos de mobilidade será assegurada com a conexão ao Terminal Intermodal e futuras estações e pontos de VLT e ônibus localizados nas avenidas Brasil e Colombo.
Também está prevista futura implantação de uma Biblioteca Central na quadra da antiga estação rodoviária, cujo projeto não faz parte do concurso.

Projeto executivo
De acordo com a organização do concurso, o projeto executivo do Eixo Monumental deverá ser dividido em fases, possibilitando que a obra seja licitada e executada em etapas.
Assim, as obras complementares poderão ser divididas entre os projetos urbano e paisagístico, de mobiliário urbano, de pavimentação das vias, drenagem de águas pluviais, implantação de rede de esgoto sanitário, rede de distribuição elétrica e rede de iluminação pública.
As justificativas das mudanças na área referem-se a gestão do tráfego, revitalização econômica, melhoria das condições ambientais e benefícios sociais com a promoção do civismo.
O lançamento do edital do concurso nacional está previsto para o dia 13 de setembro e o resultado deverá ser divulgado no dia 18 de dezembro deste ano. (CP)
 
Mais informações: (44) 3221-1240 / 1210 (Seplan)


 
 Outras Notícias
 
» Solicitação de passe do estudante inicia na sexta, 15
» Polvinhos de crochê acalmam recém-nascidos nas maternidades
» Semob implantará sentido único em vias do Jardim Social
» Revitalização de teatros inicia com obras de infraestrutura elétrica
» Feira reúne 80 barracas e garante diversidade em segmentos artesanais
» Semusp revitaliza praças, recapeia asfalto e recupera estradas rurais
 
+ Notícias
 

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ

Av. XV de Novembro, 701 - Centro

Maringá - Paraná - Brasil - Cep: 87013-230

Fone: (44) 3221.1234