Prefeitura do Município de Maringá

Pupin anuncia obras de mobilidade e pavimentação no valor de mais de R$ 80 milhões

Secretaria de Comunicação

08 de março de 2013

     O prefeito Roberto Pupin anunciou nesta sexta-feira (8) obras de mobilidade urbana que serão executadas em Maringá com recursos do Governo Federal e contrapartida da Prefeitura no valor total de mais de R$ 80 milhões. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva realizada após a chegada do prefeito, que esteve em Brasília até esta quinta-feira (7). Os secretários de Planejamento, Laércio Barbão e de Obras Públicas, Fernando Camargo, também participaram.
     Pupin esteve na capital pessoalmente mobilizado para garantir a inclusão das obras maringaenses no PAC da Mobilidade. Ele encaminhou os projetos e trabalhou junto ao Ministério das Cidades para a apreciação do corpo técnico, que julgou as prioridades entre os projetos apresentados.
     O prefeito contou que todos os projetos de Maringá foram muito bem avaliados em Brasília e, inclusive, elogiados. “A partir de agora a Prefeitura vai finalizar os últimos ajustes do projeto junto ao Governo Federal e em seguida passaremos a negociar junto à Caixa Econômica Federal os repasses de recursos para que possamos fazer as licitações e dar início às obras”, explicou o prefeito, destacando que o início das obras está previsto para o segundo semestre deste ano, com duração prevista de 2 anos e meio.
     Os recursos permitirão a construção do Terminal Urbano Multimodal, um dos principais compromissos de campanha do prefeito e a implantação de corredores preferenciais para ônibus nas avenidas Herval e Morangueira, além de faixas exclusivas para o transporte coletivo nas avenidas Duque de Caxias e Franklin Roosevelt.
     “Os maiores benefícios desses projetos para a população serão decorrentes do prolongamento das avenidas Herval e Morangueira e a construção do Terminal Multimodal, que será subterrâneo. Essas obras vão desafogar o trânsito e melhorar o transporte coletivo, atendendo às principais reivindicações da comunidade”, ressaltou.


PAC Mobilidade e BID
     Serão investidos R$ 63,1 mi do PAC Mobilidade mais contrapartida de 6,5% do município no Terminal Multimodal e em adequações nas avenidas Duque de Caxias, Herval, Morangueira e Franklin Roosevelt.
     Outro projeto prevê a continuidade das obras de mobilidade com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) já assegurados para o Contorno da UEM e o binário Leste/Oeste da Avenida Brasil. “Um dos projetos vai complementar o outro, melhorando a mobilidade urbana também na região da universidade”, disse Pupin.


PAC Pavimentação
     Outros recursos no valor de R$ 12,4 milhões do PAC Pavimentação serão utilizados para prolongar, asfaltar, recapear e ajustar as avenidas João Pereira, Nildo Ribeiro e Franklin Roosevelt, fazendo três ligações entre bairros.
     Para a João Pereira serão investidos R$ 6,8 mi, com a contrapartida do município, para a pavimentação e ajustes da avenida no trecho que vai da rotatória do Shopping Catuaí até o fundo do Parque das Laranjeiras. Será uma alternativa para quem está na região Oeste chegar do outro lado da cidade sem precisar passar pelo Centro.
     As obras na avenida Nildo Ribeiro vão custar R$ 3,3 mi, com contrapartida da Prefeitura, prevendo o prolongamento da avenida do Jardim Iguaçu até o Parque Itaipu, próximo ao Parque do Japão. A avenida Nildo Ribeiro já foi duplicada e futuramente a intenção da Prefeitura é estender a avenida até o trevo de Paiçandu PR 317.
     Na avenida Franklin Roosevelt serão investidos R$ 3,4 mi do Governo Federal já com a contrapartida do município para a transposição do córrego Osório e do córrego Morangueiro, ligando o Jardim Alvorada ao Residencial  Tuiuti.
     O prefeito adiantou também que já estão previstas obras de saneamento feitas pela Sanepar no valor de R$ 42 milhões, que englobam a contrução da rede de esgoto do distrito de Iguatemi e outras melhorias em toda a cidade. Pupin também comemorou a conquista de recursos do Ministério dos Transportes para uma etapa do Trem Pé Vermelho.

 

Confira no mapa em anexo as vias que sofrerão alterações - o traçado em verde mostra as áreas que terão investimentos do PAC e as áreas com o traçado em vermelho terão recursos do BID

Anexos

Outras Notícias