Prefeitura do Município de Maringá

Números da Prefeitura de Maringá mostram a efetividade da vacinação e medidas de prevenção contra covid-19

Diretoria de Comunicação

15 de julho de 2021

A vacinação realizada pela Prefeitura de Maringá contra a covid-19, associada a medidas de prevenção da doença, tem salvado vidas, diminui a tensão nos hospitais e colabora para a recuperação econômica da cidade. Um dos índices que mostram os resultados positivos é a Taxa de Transmissão Efetiva ou Rt, que está em 0,83. O número é menos que a metade do registrado em 6 de julho quando chegou a 1,8. Quando abaixo de 1, a taxa significa que a transmissão do vírus está estável e que há redução de contágios. Atualmente, em Maringá, cada 100 pessoas podem contaminar outras 83.

Outro reflexo positivo da vacinação é a redução da taxa de ocupação de internação hospitalar de pessoas diagnosticadas com a doença. Em 6 de junho, por exemplo, a tava de ocupação de UTIs SUS exclusivas covid-19 estava em 100%. O percentual de vacinação era 34%. Nesta quarta-feira, 14, com o percentual de vacinação em 67%, a taxa de ocupação da UTI baixou para 67,96%.

“Aliado à vacinação, nossos decretos contribuíram para baixar os índices negativos”, lembra o prefeito Ulisses Maia. Um dos decretos restritivos começou em 28 de maio e 15 dias depois os números de internamentos e mortes começaram a baixar. Maia complementa que Maringá tem estrutura privilegiada e profissionais da saúde comprometidos e que, se houvesse vacinas, a Prefeitura teria condições de vacinar mais de dez mil pessoas em um dia.

Desde o início da campanha, a Prefeitura de Maringá aplicou 239.477 vacinas de 1ª dose, contra a covid-19, o que representa 67% da população adulta do município, e cumpriu 100% do planejamento de vacinação dos grupos prioritários. De acordo com o balanço da Saúde em Maringá maio foi o mês com o maior número de vacinados: 96.533 pessoas. Em relação a 2ª dose, já são 65.015 pessoas imunizadas, ou seja, 18% da população adulta.

“Em pouco mais de 1 mês, a porcentagem de pessoas vacinadas contra a covid-19 em Maringá quase dobrou, passando de 34% para 67%. Ao mesmo tempo, os internamentos de casos graves nos leitos de UTI da cidade reduziram”, afirma o secretário de saúde de Maringá, Marcelo Puzzi. Ele reforça a importância de seguir com as medidas de prevenção como o distanciamento social, uso de máscaras, higiene das mãos.

Outras Notícias