Curiosidades

 

CATEDRAL

 

       A Catedral Basílica de Maringá é a mais alta catedral da América Latina. Foi inspirada e idealizada na era dos "Sputniks" (a palavra "poustinikki" designa o peregrino que se afasta do mundo para ficar mais perto de Deus.

       É o 10º monumento em altura no mundo e o segundo na América do Sul.

       De forma cônica, possui um diâmetro de 50 metros e uma nave única, circular, com diâmetro interno de 38 metros. O cone possui uma altura externa de 114 metros, sustentando uma cruz de 10 metros, perfazendo um total de 124 metros de altura.

       Seus  16 vitrais são da autoria de Lorenz Osterroht;

       O Cristo feito de madeira com 7 m é obra do escultor Conrado Moser;

       As obras pictóricas são de autoria  Zanzal Mattar;

       A porta principal está voltada para o norte; a Capela do Santíssimo para o sol nascente e a do Batistério para o poente. Ao sul a grande porta que leva a cripta, onde serão sepultados os Bispos, e que está sob o altar mor. No interior dos dois cones a 45 metros de altura, encontra-se o ossário, com 1.360 lóculos, que os fiéis adquirem para guardar os restos mortais de seus entes queridos.

       Sua pedra fundamental, um pedaço de mármore retirado das escavações da Basílica de São Pedro pelo Papa Pio XII, foi lançada em 15 de agosto de 1958 em cerimônia promovida pelo Bispo Diocesano, Dom Jaime Luiz Coelho, e presidida pelo então Arcebispo de Curitiba, dom Manuel da Silveira D'Elboux.

       A Catedral, dedicada a Nossa Senhora da Glória, foi construída no período de julho de 1959 a maio de 1972. Sua obras em concreto foram concluídas quase quatorze anos depois, em 10 de maio de 1972. A Catedral foi então consagrada no dia 3 de maio de 1981. Em 21 de janeiro de 1982 recebeu o título de Catedral Basílica Menor.

       Calcula-se que foram usados 30.000 sacos de cimento, 270 toneladas de ferro, 3,6 mil metros cúbicos de areia, 4,1 mil metros cúbicos de pedra britada quase 2 mil metros cúbicos de granito para o piso.

        A primeira missa na catedral inacabada foi em 31 de dezembro de 1972, realizando-se a sua congregação no dia 3 de maio de 1981. O título de Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória foi concedido em 21 de janeiro de 1982. A antiga catedral, em madeira, foi desmontada e teve as tábuas destinadas à construção de casas popular

        Em conjunto com a reforma da Catedral de Maringá, é instalado em 2012, o novo sistema de iluminação, com um software para o comando da iluminação que aceita a programação de cores e tempo de duração, com ainda possibilidade de programação individual para cada projetor. No total, foram instalados 202 projetores em LED; 34 desses, com potência de 290 watts, coloridos, que ficarão na parte externa da igreja; outros 40 têm 50 watts, também coloridos e ficam na parte externa. Outros 128 têm 50 watts, são de luz branca e estão instalados no interior da igreja e direcionados para os vitrais.
Fonte: Secretaria Municipal do Controle Urbano e Obras Públicas – 15 de setembro de 2012

        Maringá é a terceira maior cidade do Paraná. Polo de uma macrorregião que abrange mais de 2,5 milhões de pessoas, é a 50ª cidade do Brasil em potencial de consumo e a 2ª do Estado do Paraná.

         O fato de Maringá ter sido projetada sob influência inglesa, implantada por meio de um plano -piloto, a cidade foi traçada no cume do morro, acompanhando as curvas de nível e não a beira de rio como era comum na época.