Bandeira, Brasão e Hino

Bandeira do Município

Em três faixas horizontais, com Brasão de Armas do Município colocado à direita do mastro.

A primeira faixa, em branco, simboliza a paz.

A segunda faixa, em amarelo, simboliza a força.

A terceira faixa, em vermelho, simboliza a coragem.

Brasão do Município

Escudo português franco-cantão. No cantão direito do chefe uma estrela em ouro significando a CMNP - Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, fundadora do Município. - No coração (centro), a lira estilizada (três cordas), em ouro, simbolizando o nome inspirado em uma canção. - No extremo o machado em prata, representando o instrumento usado pelos pioneiros na derrubada das matas, para a instalação da cidade. O Cruzeiro do Sul, em prata, lembra a Fé cristã e o espírito de brasilidade. Todas as peças em campo goles (vermelho), símbolo de intrepidez. Na base um listel de prata ostentando os seguintes dizeres de sable (negro): "1947, Maringá - 1952". Como suportes à destra (direita) e à sinistra (esquerda), respectivamente uma haste de café e uma de trigo. Tudo na sua cor. Encimando o conjunto, com peça máxima, a corda mural de cinco torres, de prata, que é a cidade.

 

AUTOR     

     “Tudo que nos rodeia é simbólico, matemático e geométrico.” É com esta definição que Reynaldo Costa justifica o próprio interesse por bandeiras e brasões. Foi ele que, em 1964, quando trabalhava como desenhista gráfico, venceu o concurso, realizado pela Prefeitura, que definiu a bandeira e o brasão de Maringá.

      Atualmente, Reynaldo Costa é o responsável pelo acervo do Museu Histórico da Cocamar (Cooperativa Agroindustrial de Maringá).

Hino de Maringá

 Download - HINO DE MAINGÁ I

Quem te avista, nos dias de agora,
Acenando ao porvir da esperança,
Adivinha a floresta de outrora
Que embalou tua vida criança.
Há em ti a grandeza imponente
De um passado que exemplos nos dá:
-Se és glória da Pátria contente,
És orgulho do teu Paraná.

Linda flor, a mais gentil,
Do norte do Paraná,
És orgulho do Brasil,
Nossa amada Maringá (BIS)

II

O teu vulto traduz a mensagem
De um passado coberto de glória,
Arrancado à floresta selvagem
Para eterno viver na história.
Um poema de luz para o mundo
O teu nome sublime será,
E de nosso afeto profundo
Sempre filha serás Maringá.

Linda flor, a mais gentil,
Do norte do Paraná,
És orgulho do Brasil,
Nossa amada Maringá (BIS)

III

Teu encanto de hoje é retrato
Das belezas que Deus espalhou
Como bênçãos do céu sobre o mato
Que a tua grandeza enfeitou.
Há em ti o perfume das flores,
A poesia de todos os ninhos,
E uma luz que acende fulgores,
Clareando teus novos caminhos.

Linda flor, a mais gentil,
Do norte do Paraná,
És orgulho do Brasil,
Nossa amada Maringá (BIS)

 

Lei Municipal nº 271 de 23/10/1963
Letra de Ary de Lima
Música de Aniceto Matti